Cores Primárias
Cores Primárias é um site para quem ama o mundo das cores e quer entender mais sobre elas

O que é o Azul-índigo e como usar na decoração?

0 4

No post a seguir falaremos um pouco sobre a cor conhecida como cor Azul-índigo e ainda traremos dicas de como usá-la, na decoração de sua casa ou ambiente de trabalho da empresa.
O que você sabe sobre essa variante tão vívida do Azul? Iremos em menos de 5 minutos de leitura te tornar um expert na cor Azul-índigo. 

O que é o Azul-índigo?

A cor Azul-índigo se trata de uma tonalidade diferente do azul, a qual é mais intensa e forte; pode ser descrita como parente do Anil, ou para ser mais exato, lembra muito o que vemos nas calças JEANS azuis padrão, atualmente.

O que é o Azul-índigo?
Azul-índigo. Fonte/Reprodução: original.

O Azul-índigo nos traz um profundo estado de relaxamento em corpo, alma e mente, além de nos ajudar a passar por processos de crescimento pessoal e autoconhecimento, transformando nossos padrões internos e nos convidando para uma jornada de conhecimento e reflexão pessoal! 

Qual a história do Azul-índigo?

É importante destacar aqui, que a cor Azul como um todo; teve o seu início e toda a sua ideologia aplicada pelos egípcios. 
Antes deste povo criar o azul, o ser humano não conhecia nada parecido, então eles foram os primeiros responsáveis por cores como a cor Azul-índigo, Azul Ultramar, e diversos outros tons que temos na paleta de cores até hoje.

Qual a história do Azul-índigo?
Qual a história do Azul-índigo. Fonte/Reprodução: original.

A cor Azul-índigo teve suas primeiras utilizações registradas ao redor do Egito, Roma, Grécia, Peru e até no Irã, mas o seu ponto de partida para a humanidade foi mesmo dado na Índia, onde foram feitos os primeiros trabalhos empregando seu pigmento.

Qual o significado da cor Azul-índigo?

A cor Azul-índigo traz consigo múltiplos significados para os brasileiros, estudados em áreas como: chakras, psicologia, ciência e até modelos de negócios para definir logotipos de marcas. 

A seguir listamos alguns significados da cor Azul-índigo, que tem em sua maioria, contando com o cruzamento de referências geral:

  • Conforto;
  • Calma;
  • Relaxamento;
  • Autoconhecimento;
  • Tranquilidade.

Pode, assim, trazer conforto para pessoas que sofrem de timidez excessiva, claustrofobia, complexos de inferioridade, síndrome do pânico e outras doenças mentais. Os seus benefícios são, na maioria, já listados em artigos que temos aqui, falando sobre as cores e tons do Azul.

Como usar o Azul-índigo no meu dia a dia?

Você pode ser criativo para aproveitar o máximo da cor Azul-índigo durante o seu dia a dia, pode desde introduzir coisas da mesma tonalidade a sua alimentação como blueberries e amoras azuis, até mesmo a fazer do seu guarda-roupa muito mais animado e cor Azul-índigo.

Muita gente quando pensa na cor Azul-índigo, tem o péssimo costume de imaginar só tinta para paredes e repaginar um ambiente fazendo um estrago e uma sujeira grande no lugar (principalmente quando o pintor, não é muito experiente no que está fazendo).

Nem sempre você precisa usar as cores só dessa maneira, você pode implementar um certo equilíbrio com várias cores na sua rotina e no seu cotidiano, sem fazer grandes esforços. Coisas como uma garrafa de café cor Azul-índigo já seriam às vezes de grande ajuda, se comparar em pintar uma parede inteira e gastar montanhas de dinheiro. 

Como dito acima, você pode começar por objetos pequenos, depois ir para a decoração com cortinas e quadros, depois móveis, até por fim chegar as paredes, que pode ser com pintura ou papel de parede que tenham detalhes neste tom de azul.

3 dicas de como decorar com o Azul-índigo

A seguir vamos te passar 3 dicas, para usar a cor Azul-índigo em suas decorações e ambientes de sua empresa:

  1. Em vasos de plantas misturados com cores escuras ou claras, a depender da espécie de planta utilizada com a cor Azul-índigo;
  2. Em paredes e pinturas artesanais combinadas com a cor branco ou cinza, tomando cuidado para não exagerar na cor Azul-índigo;
  1. Em artesanatos, peças de arte, obras de argila, vestidos, decorações e móveis.

O importante para decorar, não é mais a cor Azul-índigo e sim a sua própria criatividade!
Você pode empregá-la no seu cotidiano da maneira com que mais se identificar, assim como todas as outras cores! 

Por aqui terminamos o nosso estudo panorâmico, sobre o assunto da cor Azul-índigo, esperamos que este texto possa inspirar ao reformar, redecorar um ambiente da sua casa ou trabalho.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.