Cores quentes: quais são e quais os seus significados?

Cores quentes: quais são e quais os seus significados?

Atualmente, há um grande interesse pelas cores, sejam elas cores quentes ou frias. Isso porque, após muitos estudos, entende-se a importância do uso da cor correta para cada tipo de ambiente.

Tanto o estudo sobre as cores quentes quanto as frias, foi desenvolvido pelo alemão Wilhelm Wundt, cujo objetivo era apresentar as funcionalidades de cada uma delas e as sensações que elas promovem para os usuários.

No caso das cores quentes, elas indicam maior sensação de acolhimento e aconchego. Além disso, dependendo da forma que forem usadas, podem aumentar a vitalidade, dinamismo e ânimo.

O que são as cores quentes?

De forma simples, as cores quentes também podem ser consideradas cores fortes. No caso, são todas aquelas que envolvem o vermelho, amarelo e laranja e quando usadas de forma pura ou misturadas, elas transmitem um ar de acolhimento, calor e criatividade.

O que são as cores quentes?
Fonte/Reprodução: original.

As cores quentes sempre foram as principais escolhas para vários tipos de artes, principalmente para as que querem expressar algo mais vivo ou alegre, como, por exemplo, os quadros do Vincent van Gogh.

Quais são as cores quentes e qual a sua origem?

As cores quentes são o amarelo-claro e escuro, vermelho, e laranja. A definição se deu por conta do alemão Wilhelm Wundt, que realizou a catalogação das cores conforme suas temperaturas: quentes e frias.

Todo o estudo teve como objetivo identificar as sensações que as cores podem causar quando usadas, sejam elas na decoração, iluminação, pintura dos ambientes e, até mesmo, nas roupas.

Quais os efeitos das cores quentes na decoração?

No caso das cores quentes, o uso na decoração dos diferentes tipos de ambiente pode causar um clima mais acolhedor. Sendo assim, são indicadas para os quartos e sala de estar, por exemplo.

As cores também podem ser usadas em espaços ou ambientes no qual o objetivo é apresentar um ambiente que proporcione mais calor, criatividade, confiança e força de vontade.‌

Como usar as cores quentes na decoração?

Antigamente, muitos não utilizavam as cores quentes na decoração por acreditarem que eram tons difíceis de combinar. O que não é verdade, afinal muitos estudos e profissionais da arquitetura e decoração provaram que as combinações podem ser incríveis.

No caso do amarelo, a cor quente pode ser usada na representação de elementos da natureza, como quadros e flores. Já se o objetivo for utilizá-lo em objetos, almofadas, abajur ou pequenos vasos de plantas também são indicados. 

Como usar as cores quentes na decoração?
Fonte/Reprodução: original.

Vale lembrar ainda que o amarelo pode ser usado diretamente na iluminação, com o objetivo de causar um ambiente ainda mais acolhedor, sendo indicado para sala de estar, quarto e jantar.

Já o vermelho é identificado como a cor da paixão e da intensidade e, por isso, deve ser usado com cautela. Isso porque a cor quente estimula emoções e inibe o medo, mas, ao mesmo tempo, também pode proporcionar um pouco de nervosismo. Por isso, todo cuidado é sempre necessário.

Como o laranja se aproxima do amarelo, as suas sensações causadas também são parecidas. Porém, o tom um pouco mais forte do laranja promete que essas sensações sejam mais intensas, sejam elas de: vitalidade, dinamismo e ânimo. Por conta dessa diversificação, o laranja é indicado para locais de trabalho ou estudo, por exemplo.

Agora que você já ficou por dentro das cores quentes, que tal conhecer mais sobre as cores frias e como elas podem impactar positivamente em sua casa? Você pode encontrar essas e mais dicas em nosso site, na aba “cores”.


Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *