Cores Primárias
Cores Primárias é um site para quem ama o mundo das cores e quer entender mais sobre elas

Conheça a cor pardo e sua história

0 5

Você sabe a diferença entre a cor branco, a cor pardo e o negro? Não? Nós vamos abordar um pouco sobre a história, de uma maneira geral, de todo o contexto destas cores no artigo a seguir. 

O que vamos abordar aqui é que existem termos mais “politicamente corretos” de se chamar uma pessoa de cor escura do que pelo nome de “preto”, então o termo da cor pardo para afrodescendentes e indígenas, ficou cada vez mais disseminado na humanidade.

O que é a cor parda?

Vamos ser concisos! O termo relacionado a cor pardo seria uma nomenclatura alternativa do termo, que já foi usado para descrever povos pretos e indígenas.

O que é a cor parda?
Cor parda. Fonte/Reprodução: original.

Mas em específico, a cor parda é para designar a coloração da pele, de como a pessoa se identifica ao preencher um cadastro que tenha a opção de diversidade racial. E antigamente a cor pardo, era um jeito usado, principalmente, por indígenas e negros durante o principal ato dela na história como um jeito próprio de referenciação em seu povo!

Qual a origem da cor parda?

Segundo pesquisas e estudos de Censo feitos pelo IBGE, é apresentada uma relação com pelo menos cinco nomenclaturas utilizadas para pessoas, indicarem a qual cor pertencem. O resultado disso é que cada um se enxerga e se dá a nomenclatura que mais acha digna, tanto que em relação à cor pardo não há consenso algum. 

Não tem regras ou padrão, é como o preto que se orgulha de ser preto, ou o mulato que exige ser chamado de mulato. A cor pardo pode ser comparada a várias tonalidades da cor negra, ou ainda, sim, a vertentes de gente que é indígena.

Quais os tipos de tons de pele?

Citamos a seguir alguns tipos de tons de pele e “raças”, descritos ao decorrer da existência da humanidade pelos seres humanos, para se autodescrever ainda que fossem relacionados a um determinado tom ou intensidade de preto: 

  • Preto;
  • Pardo;
  • Indígena;
  • Amarelo;
  • Branco.

Estas são algumas das opções que normalmente aparecem na hora de preencher o cadastro censo ou de outras plataformas, mas varia muito, porque depende principalmente da escolha da pessoa e como ela se vê. 

Qual a história da cor pardo?

As primeiras vezes que aqui no Brasil, foi usado o termo “pardo” como uma cor, para descrever alguma parte da população, não eram cores ou raças do povo negro, mas sim, os povos indígenas em sua criação.
Atualmente também sendo até útil para falar sobre a parcela da população negra, que se tem nas aldeias e concentrações do povo, em que surgiram suas primeiras ideologias. 

Vamos ser concisos; o pardo seria uma nomenclatura alternativa, do termo que já foi usado para descrever povos que hoje em dia não são mais chamados assim, então nosso dever é sempre chamar as pessoas como elas acham que merecem ser chamadas, por respeito delas mesmas escolherem como querem ser nomeadas. 

Como saber seu tom de pele?

A maneira mais precisa de saber qual exatamente é o tom de sua pele, é procurar um local da sua casa com iluminação natural e ficar de frente para o espelho, onde você verá como o tom, cor da sua pele se comporta. 

Como saber seu tom de pele?
Como saber seu tom de pele. Fonte/Reprodução: original.

Para isso, chamamos de fototipo de pele, determinado pela genética. Mas há 6 tipos de cor de pele classificado como:

  1. Pele muito branca: Extremamente sensível ao sol, sempre queima e nunca bronzeia;
  2. Pele branca: sensível ao sol, sempre queima, mas bronzeia pouco;
  3. Pele morena clara: sensibilidade moderada ao sol, queia e bronzeia em moderação;
  4. Pele morena: também tem sensibilidade moderada ao sol, sempre bronzeia e queima pouco;
  5. Pele morena escura: pouco sensível ao sol, sempre bronzeia e dificilmente queima.
  6. Pele negra: não é sensível ao sol, completamente pigmentada e nunca queima.

Com isso você observa a sua pele e vê em qual o tom que sua pele é mais parecido, lembrando também que deve ser considerado, o tom da pele que está relacionado com a quantidade melanina.

Nem sempre tivemos todas essas informações sobre a cor pardo e sua história, mas agora ao terminar essa rápida leitura como você se sente? Acha que foi ou já viu, muita gente ser injustiçada por não saber lidar, com a cor pardo da maneira que deveria? Então, compartilhe este textos com seus familiares e amigos!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.